Prefeitura de Joinville inicia ação de combate ao borrachudo na região rural

Três mil pontos já foram mapeados pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente que fará a aplicação de um inseticida biológico para exterminar as larvas do borrachudo.

20

(Jornal de Joinville) – Um companheiro bem indesejável para quem vive ou vai passar nas áreas rurais de Joinville está com os dias contados. Isto porque nas próximas semanas a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville vai iniciar uma intensa ação de combate ao mosquito borrachudo em toda a área rural do município.

Segundo a Prefeitura de Joinville, três mil pontos já foram mapeados pela Secretaria que fará a aplicação de um inseticida biológico para exterminar as larvas do borrachudo. Tudo será feito a partir de um estudo técnico e sem causar riscos ao ser humano, animais e ao meio ambiente.

É o explicou o gerente da Unidade Rural da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, o engenheiro agrônomo, Beto Amaral. “Os locais mapeados passarão a receber aplicações quinzenais do Bti (Bacillus thuringiensis israelensis), exceto em caso de chuvas intensas, que acabam prejudicando a permanência do produto. Com isso, a população do mosquito deve diminuir substancialmente”, detalhou.

Segundo ele, o clima quente e úmido, e as condições geográficas da região, com abundância de água corrente e limpa, são fatores que favorecem a proliferação do borrachudo. No entanto, há medidas simples que devem ser adotadas para combater o inseto. “Verificamos em várias propriedades rurais, locais como esterqueiras abertas e saídas de tanques de piscicultura, que se transformam em grandes criadouros do mosquito. Por isso, também precisamos da atuação dos agricultores para combater essa intensa reprodução”, completou.

Prioridade

Além das medidas de combate efetivo, a aplicação de repelente é uma forma de espantar os borrachudos, considerados questão de saúde pública. As picadas desses insetos hematófagos (fêmeas precisam se alimentar de sangue para poder reproduzir) causam coceira, inchaço, dores, vermelhidão e são mais suscetíveis a inflamações.

Devido à grande população, às recorrentes reclamações e aos problemas causados pelo inseto, o combate ao borrachudo é considerado ação prioritária para a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente: “Semanalmente, recebemos de três a quatro reclamações sobre a quantidade de borrachudos. Muitas pessoas são afetadas, não apenas os moradores locais como, também, turistas que frequentam a região nessa época”, disse Amaral.

FONTEJornal de Joinville
COMPARTILHAR

20 Comentários

  1. Olha aqui no vila nova. … Anos tem esse projeto aqui na área rural! Mas de 2 anos para cá , tá difícil de eles aplicarem ….para borrachudos a foto tá errada mesmo…se quiserem foto é só aparecer aqui no Piraí!!

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here