Após audiência em Pirabeiraba, proibição de doar animais como brindes deve ser restrita à zona urbana

A reunião teve cerca de 30 pessoas na plateia, a maioria agricultores e defensores dos direitos dos animais.

10
Foto: Nilson Bastian

Passou por audiência pública da Comissão de Urbanismo, na noite desta quarta-feira (14), na Sociedade Rio da Prata, em Pirabeiraba, o projeto que proíbe a doação (não adoção) de animais vivos como brindes em feiras e eventos de Joinville.

O objetivo, segundo o texto, já aprovado em Legislação, é garantir o bem-estar dos animais, “que não são coisas”.

A proposta de lei complementar 52/2017, de Ana Rita Negrini Hermes (PROS), se estende a animais de qualquer tamanho, como pássaros, cães e galinhas, geralmente distribuídos como prêmios em bingos ou em datas comemorativas – coelhos, na Páscoa, por exemplo.
Uma emenda será apresentada para restringir a proibição à área urbana de Joinville, segundo o gabinete da vereadora.

Outra emenda já apresentada retira do texto um parágrafo que proibiria a “manutenção de animais silvestres, nativos ou exóticos” para exibição ou como parte da decoração de eventos.

A reunião, presidida por Jaime Evaristo (PSC), teve cerca de 30 pessoas na plateia, a maioria agricultores e defensores dos direitos dos animais.

Alguns agricultores se mostraram preocupados com possíveis impactos negativos na atividade rural e criticaram o que, na opinião deles, é uma atenção excessiva ao bem-estar animal.

Do outro lado, defensores pediram o fim da exploração dos animais como “coisas”, uma vez que eles são sencientes (têm sentimentos e percebem o que acontece ao redor).

“Já tá na hora da população mudar essa mentalidade, essa consciência de que animais ainda são objetos, porque não são”, falou à reportagem a presidente da Frente de Ação pelos Direitos dos Animais (Frada), Liliane Freitas Lovato.

Questão cultural

Relator da proposta em Urbanismo, Richard Harrison (PMDB) disse querer ouvir a população da área rural da cidade para emitir seu relatório e ressaltou que o projeto esbarra numa “questão cultural”, principalmente entre os “colonos”, historicamente ligados à criação de animais.

O presidente da Sociedade Rio da Prata, Evandro Bramigk, no entanto, disse acreditar que a maioria de seus vizinhos não vê problemas em proibir a distribuição de animais, uma vez que isso é mais comum “na cidade”. “O pessoal aqui não é de doar (animais), nada a ver”, falou Bramigk à reportagem.

O agricultor pediu a atenção do município aos turistas de fim de semana que maltratam animais, como vacas, e sujam a região.

Pet shops

Advogado de pet shops da cidade, Jorge Luís do Amaral Júnior, pediu o arquivamento da proposta por acreditar que ela impediria até o trabalho de ONGs que expõem animais para adoção em shoppings e outras áreas.

Ana Rita esclareceu que o PL trata especificamente de doação de animais como brindes, não de “adoção responsável”.

O advogado também criticou a ideia de dar fim à exposição de animais e disse que isso “fecharia o Zoobotânico”.

A vereadora discordou, mas admitiu que, para ela, o ideal seria transformar o Zoobotânico em um parque botânico, libertando os animais dos cercados e gaiolas.

O 2º parágrafo do artigo 1º, que trata da exposição de animais, será retirado do PL.

O presidente da comissão, Jaime Evaristo, chegou a sugerir a retirada da proposta da pauta, para ajustes, mas não encontrou ressonância nos vereadores presentes. O PL segue tramitando em Urbanismo, ainda sem data para ser votado.

Tânia Larson (Solidariedade) também esteve na audiência pública.

FONTECâmara de Vereadores de Joinville
COMPARTILHAR

10 Comentários

  1. Porque os vereadores dePirabeiraba não mostram o serviço deles prestados para Pirabeiraba com planilha de cada serviço feito.
    Isso é trabalho porque Vereador é funcionário bublico a comunidade deve cobrar os serviços deles.

  2. Pelo que entendi vcs podem sim doar para alguém adotar, o que é proibido e dar o animal para virar brinde de rifas ou outra campanha. Tipo aquelas rifas de igreja que sempre tem um boi ou um porco uma ovelha como rifa.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here