Norma Erzinger receberá a Medalha Justina Rosa Fachini no dia 08 de março

A Medalha de Mérito Mulher Cidadã Justina Rosa Fachini é a comenda mais importante concedida pelo Poder Legislativo joinvilense.

25
Norma Erzinger - Foto: Rogério Souza Jr. / ND / Divulgação

No Dia  Internacional da Mulher a Câmara de Vereadores de Joinville vai homenagear nove personalidades do município. Para esta edição o vereador Odir Nunes (PSDB), líder do partido, indicou Norma Erzinger para receber a Medalha de Mérito Mulher Cidadã Joinvilense Justina Rosa Fachini. Dona Norma, é uma figura muito conhecida pelo trabalho social que desenvolve na comunidade joinvilense.

No histórico uma vasta experiência, são 50 anos de participação na OASE (Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas), da igreja Evangélica Luterana Cristo Consolador de Pirabeiraba. Há 19 anos fundou o Grupo de Voluntárias, que tem por objetivo fazer visitas aos internos do Hospital e Ancianato Bethesda, fazendo campanhas beneficentes.

Ela nasceu em 07 de junho de 1940, em Pirabeiraba é filha de Max e Elisa Lütke, esposa de Adomir Erzinger, mãe da Leila e do Sandro e avó de quatro netos.

Gosta de viajar, cuidar da casa e praticar costura e bordado, que aprendeu logo cedo por incentivo da mãe.

A medalha é entregue todos os anos e cada bancada dos partidos escolhe uma mulher para receber a outorga. A homenagem é dedicada a mulheres que têm trajetória inspiradora e desenvolvem trabalhos reconhecidamente importantes em diferentes áreas da cidade.

Histórico

Norma Lütke Erzinger

Nasceu em 07 de junho de 1940, em Pirabeiraba, filha de Max e Elisa Lütke. Fez estudos primários na Escola Mista Municipal Rio da Prata.

Aos dezesseis anos por iniciativa da mãe fez o curso profissionalizante de costura e bordado à máquina.

Casou em 1962 com Adomir Erzinger, com o qual teve dois filhos: Leila e sandro. Tem três netos e uma neta.

No decorrer de sua vida sempre procurou aperfeiçoar os seus conhecimentos. Na fundação 25 de julho sob orientação de enfermeira Gisele Burger, fez o curso de primeiros socorros. Participou de diversos cursos de artesanato, durante seis anos fez curso de alemão.

Foi dona de casa e mãe, dedicando grande parte da sua vida ao serviço voluntário;

– Há 50 anos participa do OASE (Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas), na igreja Evangélica Luterana Cristo Consolador de Pirabeiraba, onde por vários anos, fez parte da diretoria. Atuou também na coordenadoria do Núcleo de Joinville por 6 anos.

– Pela Instituição Bethesda foi convidada a participar do Conselho Administrativo, ao qual prestou serviços durante dezoito anos, seis dos quais como presidente;

– Há dezenove anos fundou o Grupo de Voluntárias, que tem por objetivo fazer visitas aos internos do Hospital e Ancianato Bethesda, fazendo campanha, organizando cafés beneficentes, que visam angariar fundos para melhorias na instituição.

Não é por acaso, diz Dona Norma: “o exemplo de meus pais, os seus ensinamentos, a fé em Deus que eles me transmitiram desenvolveu em mim a necessidade de ajudar; por essa razão, sou grata a eles e a Deus.

Dona Norma tem também os seus momentos de lazer. Ela participa da Dança Sênior, gosta de ler, fazer trabalhos manuais e viajar. Conhece parte da Europa, já foi para a Disneylândia e conhece o Brasil de norte a sul, mas reforça que sempre gosta de voltar pra casa: “O Brasil é o Brasil”.

COMPARTILHAR

25 Comentários

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here